Sugestao solo para Cultivo de Cannabis (vegetativo e Floracao)

Algumas variedades de Cannabis gostam de PH mais alto ou mais baixo que outras. Algumas gostam de mais nutrientes que outras. Existem uma variedade genetica muito grande de Cannabis e voce nao pode tratar uma igual a outra. Por exemplo, eu notei claramente que a variedade Grande Daddy Purple exige e pede mais Calcio que todas as outras variedades que eu pessoalmente ja cultivei.

Exige-se colheita apos colheita para se colhecer uma variedade especifica. Exatamente como amigos, demora-se tempo para conhece-los.

Abaixo, algumas sugestao que provavelmente servirao como base. E voce com o tempo, podera melhorar as receitas com seus propositos especificos e com sua variedade especifica.

Regra gerais:

  1. - No cultivo outdoor Semeia-se na Primavera (muita quantidade de luz > 18 horas) para colher no Outono (menor quantidade de luz < 14 horas)
  2. - O PH e importantissimo para a absorcao de nutrentes para a planta, PH = 6..7 para melhor absorcao de nutrientes pela planta. Se em cultivo hidroponico e PH deve ser menor, por volta de 5.5.
  3. - Variedades Indicas e as Hibridas (<=8 semanas) possuem um tempo de floracao em geral mais rapidas que Sativas puras (>= 8 semanas). Mas depende muito das condicoes que ela estao sendo cultivadas pois pode-se acelerar com o conhecimento da genetica, uso de CO2, nutrientes e luz de qualidade e potencia e espectros adequados para a planta.
  4. -Outdoor, Sativas sao adaptadas a clima mais quente e humido que as variedades Indicas, ou seja, em epoca de colheita outdoor, se ouver muita humidade, as flores de algumas variedades Indicas podem apodrecer. O ideal e que nao acha chuva alguma durante a epoca de floracao, ou qualquer epoca.
  5. - Nao se da agua a planta o tempo todo. Ela precis pedir, as raizes precisam respirar. Vai depender muito do tamanho da planta, tamanho das raizes, tamanho do vase, humidade e calor de onde esta planta esta sendo cultivada. A regra geral e NAO deixar o solo humido o tempo todo e nao deixar a planta muxar com a falta de agua. Mas o execesso de agua pode ser pior que a falta de agua em muitos casos.

Germinacao (0 ao 2nd mes):

30% de Terra Preta ou Turfa
25% de Perlita (ou Fibra de coco)
25% de Vermiculita
20% de Humus

Vegetativo (do 2nd ao 4 ou 5 mese):

30% de Terra Preta ou Turfa
30% de Perlita (ou Fibra de coco)
20% de Vermiculita
20% de Humus
1 Colher de Sopa de Calcário domilitico
1 colher de torta de mamona (só se tiver trabalhando com terra, a turfa já libera bastante nitrogênio junto ao humus)

Opcionais:
Algas marinhas, Casca de Ostras lavadas para tirar o sal e moidas)
Mycorrhizae

Floração (4 meses ate 6,7 ou 8 meses) :

30% de Terra Preta ou Turfa
30% de Fibra de coco
20% de Vermiculita
20% de Humus
1 Colher de Sopa de Calcário domilitico
1 colher de farinha de osso

Opcional:
Bat Guano (Coco de morcego)
Algas marinhas e casca de ostras lavadas para tirar o sal e moidas)
Sal Grosso (Magnesio)
Mycorrhizae

Ao fazer esta mistura, molhe o vaso e deixe repousando durante 15 dias até se criar uma biodiversidade no substrato. Ponha argila expandida com fibra de coco no fundo do vaso para uma melhor escoação da água.

Preparando o solo
Uma vez que você já sabe a natureza do solo, será fácil melhorá-lo para atender às necessidades das plantas que deseja criar. Mas já que as características do solo do jardim variam, faça o necessário para melhorar o solo para chegar às melhores condições possíveis de crescimento. Felizmente, as dicas e técnicas a seguir o ajudarão.

Transplantes:

Optando pelo cultivo orgânico, o ideal é fazer 3 transplantes para vasos de tamanho diferentes:
O primeiro deve ser um bem pequeno, para que em sua fase inicial o broto enraize bem.
Outro um pouco maior, para segurar 30 dias do vegetativo.
O ultimo deverá ter um bom tamanho. Ele vai aguentar o resto do vegetativo, juntamente ao transplante para floração, e nos dois periodos será necessário ter espaço para uma boa ramificação das raizes. Um bom indicativo de que está na hora de um transplante é quando você notar que o solo está secando rápido. Isso acontece porque as raizes estão grandes precisando de mais espaço.

 

Comprar sementes de cannabis

Fertilizantes e Nutrientes

Se os resultados do teste indicarem ausência de certos nutrientes, siga as recomendações feitas pela empresa de teste para complementar o solo. Se o desequilíbrio for insignificante, poderão ser utilizados fertilizantes orgânicos.

Já que geralmente contêm uma pequena porcentagem de nutrientes que são lentamente liberados no solo, os fertilizantes orgânicos são inadequados quando se precisa de resultado rápido ou quando o desequilíbrio de nutrientes é grande. Nessas situações, os fertilizantes inorgânicos são a melhor opção.

Uma combinação dos dois tipos pode ser uma boa solução: primeiro, utilize adubos comerciais instantâneos, e então, acompanhe nos anos seguintes com fertilizantes orgânicos de nutrição lenta.

O fertilizante químico é formulado com mais freqüência em alguma combinação dos três nutrientes principais: nitrogênio, fósforo e potássio - N, P, K. Os números colocados em cada embalagem representam a porcentagem de cada um desses nutrientes na mistura. Por exemplo, 5-10-5 contém 5% de nitrogênio (N), 10% de fósforo (P) e 5% de potássio (K).

A fórmula do NPK também é listada em cada embalagem do fertilizante orgânico. As porcentagens de cada nutriente são mais baixas nos fertilizantes orgânicos do que nos inorgânicos. Por essa razão, é necessária uma quantidade maior de adubo orgânico para se chegar aos mesmos resultados.

Também é possível comprar fertilizantes separadamente em vez da mistura dos três nutrientes. Para Cannabis, esta e a situacao ideal pois cada fase da Planta requer uma quantidade maior ou menor de um fertilizante especifico.

Existem outras maneiras de melhorar seu solo. Leia as dicas a seguir para descobrir mais coisas.

Adquira adubo composto local no departamento de serviços da cidade. Feito de folhas e grama cortada coletadas do serviço público, o adubo composto pode ser gratuito ou, no mínimo, sair por um preço razoável para os residentes locais.

Para encontrar empresas de compostagem em grande escala, verifique com os jardineiros, que podem adubar com composto de folhas caídas ou restos sólidos de seus clientes, e os comerciantes de terra a granel, que podem vender diretamente o adubo composto ou o solo arável de melhor qualidade misturado ao adubo. Não desista. Restos de quintal não são usados em muitos depósitos de lixo, então, alguém perto de você pode estar fazendo a compostagem desse material.


Pense primeiro nas grandes melhorias orgânicas do solo - adubo composto, esterco e folhas - que podem ser adicionadas com carrinho de mão para melhorar o solo. Isso aumentará o nível do solo, pelo menos, temporariamente. À medida que a matéria orgânica se decompuser, o nível do solo diminuirá.
Se os solos ricos em matéria orgânica descem a ponto de exporem a parte superior de
um arbusto recentemente plantado ou as raízes de uma árvore, acrescente mais terra ou matéria orgânica para manter as raízes cobertas.

Se seu jardim estiver próximo da casa ou de uma cerca, mantenha o nível do solo baixo o suficiente para não ficar em contato com a tábua de madeira ou a cerca, que apodrece com facilidade.

Ao plantar ao redor de árvores, arbustos e flores perenes já existentes, procure não cobrir a parte de cima - onde os caules sairão da terra - com material orgânico. Isso ajuda a prevenir problemas de doenças.

Cultive uma camada grossa de adubo composto em solo levemente úmido (nunca encharcado) para revigorá-lo antes de fazer um novo jardim. Se estiver utilizando um solo compacto e duro, será necessário fragmentá-lo primeiro. Examine a área, removendo as raízes de erva daninha e de outra vegetação indesejada. Em seguida, examine o solo com um rotocultivador. Após a primeira passagem, examine-o novamente ao contrário, até que você quebre o solo em pedaços razoavelmente pequenos.

Um solo bem arado, como a camada superior do solo protegida, pode parecer bonito à primeira vista, mas os solos de lodo e argila provavelmente ficarão densos, com uma espécie de crosta, e duros depois de algumas chuvas fortes. A melhor maneira de manter o solo solto e leve é acrescentar matéria orgânica.

Adicione uma camada de 10 a 15 centímetros de profundidade de adubo composto e escave até uma profundidade de 25 a 30 centímetros. O solo ficará mais escuro, úmido e esponjoso - uma mudança dramática bem diante dos seus olhos. Desde que a matéria orgânica permaneça no solo, ele provavelmente ficará solto. Mas à medida que ele descer lentamente, você terá que continuar acrescentando matéria orgânica - adubo composto, cobertura ou folhas rasgadas - para manter a textura desejada.
Experimente os sistemas de escavação ou de não cultivo para conservar a textura e o conteúdo orgânico dos solos de jardim prósperos. Uma vez que o solo estiver solto, leve e rico, procure não mexer muito nele para ajudar a preservar os níveis de matéria orgânica. Evite arar repetidamente, pois quebra o solo saudável e acelera a decomposição. Em vez de arar, solte o solo rico antes de fazer a plantação revolvendo com uma pá a superfície, com pouca profundidade, e quebrando-o com uma pancada com a parte de trás da pá. Solos muito soltos podem estar prontos para a semeadura direta, limpando-os com uma enxada.

O mais importante: não esqueça de testar o solo pelo tato antes e depois de ele ser melhorado para saber a extensão da mudança. Pegue um punhado pequeno de terra levemente úmida de uma profundidade de alguns centímetros da superfície do solo. Aperte-o com a mão, até formar uma bola, e veja o resultado quando esticar os dedos.

Solos arenosos, que podem dar a impressão de que arranham, quebrarão. Para enriquecer um solo arenoso, aplique e incorpore uma camada de alguns centímetros de adubo composto e 2,5 ou 5 centímetros de argila; em seguida, tente novamente. Quando o solo for melhorado, a bola ficará mais bem grudada.

Solos de argila, que têm um aspecto liso, formarão uma bola compacta, que não será quebrada com facilidade. Para tornar o solo de argila mais leve, adicione mais adubo composto e areia grossa. Quando a terra estiver leve o suficiente, a bola se quebrará com uma batidinha do dedo.

VEGAN fertilizante orgânico

Minhocas 2 partes teladas ou composto
4 partes "rápida" de nitrogênio liberação derivados de plantas (farelo de soja, alfafa refeição, farelo de algodão)
1/2 parte lenta liberação de fósforo - derivada de minerais (fosfato de rocha mole)
1 parte de "rápida" de potássio lançamento derivado de material vegetal (farelo de algas marinhas norte)
1/2 parte de potássio release "lento" dervived de minerais (greensand)
1/2 parte minerais (brita / Rado Rock / refeição granito)

Para camas ao ar livre, adicionando o composto bem podre para a área de plantação, a uma taxa de 1 pé cúbico por 10 metros quadrados.

Eu tento incluir mais de uma fonte para cada macronutrientes (NPK). Isso pode ajudar a equilibrar os tempos de liberação do fertilizante e mantê-lo funcionando durante toda a temporada. Claro, "rápida" e "lento" são termos relativos, uma vez a maioria dos fertilizantes orgânicos não são solúvel em água.

E aqui está a beleza de fertilizantes orgânicos - que estamos a tentar alcançar um mix equilibrado, que irá alimentar o solo, e não uma fórmula química que pode passar o Departamento de teste da Ag inspetor. Se você sabe que seu solo vai beneficiar de um pouco mais de algas e compostagem - adicioná-los! Construir solo saudável é um processo contínuo que requer observação e tentativa e erro.

Esta receita é por volume - contanto que você use a mesma medida para cada ingrediente, você vai ficar bem. Eu usá-lo a uma taxa de cerca de 5 libras por 100 metros sqare - mas eu tinha que encontrar uma balança e pesar meu balde para determinar isso. Adicionando este tipo de fertilizante em volume (ou seja, este tamanho balde para esta cama), e não por peso é perfeitamente seguro.

INGREDIENTES

Comece com nitrogênio. O nitrogênio é essencial para a frondosa, o crescimento verde. Também é um dos componentes de fertilizantes mais solúvel. Em fertilizantes orgânicos, o nitrogênio é introduzido através de material vegetal em decomposição (como alfafa refeição) ou através de um matadouro subproduto como refeição de sangue.

Você já sabe o que vai passar na farinha de sangue, de modo que fonte vegetal é o melhor? Eu gosto de usar alfafa refeição, se eu posso encontrar uma fonte confiável. (Down To Earth de Eugene, Oregon vende alfafa refeição de alta qualidade.) Não use a alfafa vendido como pelotas do coelho. Foi provavelmente pulverizadas com os pesticidas químicos. Pelo mesmo motivo, também ter cuidado com alfafa refeição vendida como fertilizante rosa. Rose produtores não são necessariamente os produtores orgânicos.

Alfafa tem muitos benefícios além de seu conteúdo de nitrogênio. As minhocas são atraídas a ele - e não são poucos os jardineiros tão talentoso como minhocas quando se trata de construir um solo saudável. Alfafa também é uma excelente bio-ativador para compostagem.

Farelo de soja é uma outra fonte de alta qualidade de azoto. Você pode combinar refeição alfafa e farelo de soja para dar variedade a seus nutrientes.

Farelo de algodão ultimamente tem caído em desuso com os produtores orgânicos desde o algodão é tão fortemente pulverizadas com pesticidas. De acordo com a maioria dos especialistas, os próprios pesticidas são principalmente preso no óleo de semente de algodão, em vez do que a farinha, farelo de algodão de modo deve ser seguro para uso em jardins orgânicos. No entanto, os produtores orgânicos foram registrar seu descontentamento ao nível da utilização de pesticidas, evitando farelo de algodão.

Não há muitas fontes não-animais de fósforo. Assim que cair farinha de ossos e farinha de peixe a partir da lista, estamos prettyt muito limitado ao fosfato de rocha. Fosfato de rocha pode ser um excelente fertilizante, e deve ser trabalhada para o solo de cada jardim. No entanto, estar ciente de que pode levar várias estações de quebrar completamente. Se você pode misturar Hard Rock Fosfato e Soft Rock Phosphate juntos, você pode ter um adubo mais equilibrado. Converse com seu fornecedor sobre a origem do fosfato de rocha. Ele pode ser contaminado com os resíduos de mineração que você quer evitar.

Potássio (ou potassa) pode ser facilmente encontrado em ambos mineral lento e forma de planta lançamento rápido.

A fonte # 1 para o potássio é de natureza vegetal milagre - kelp. Não economize na refeição de alga marinha. Nem sempre é necessário comprar a mais alta qualidade, mais caro, North Sea Kelp Meal - mas você quer sua alga de vir de uma fonte conhecida.

O varejista deve saber algo sobre a origem do produto. Tente não comprar alga marinha que vem de leitos de algas em extinção. Afaste-se de algas que foi colhida a partir de portos e rotas de navegação: é susceptível de ser contaminado com diesel, no mínimo.

Se você não puder pagar norueguês refeições Kelp, procure uma boa qualidade Kelp Meal asiático. Você pode encontrá-lo por metade do preço do Kelp norueguês - sem comprometer perceptível no resultado.

Kelp Meal vai dar suas plantas uma fonte de potássio, para geral, saúde robusta. Ela também fornece micronutrientes abundantes e minerais para a vida microbiana em seu solo. Sem dúvida, uma generosa porção de alga marinha é uma das melhores coisas que você pode adicionar ao seu solo.

Para uma liberação lenta de potássio - e lento, neste caso, significa anos - tentar greensand. Este mineral fundo do mar, não só fornece potássio e micronutrientes, ajuda a quebrar a compactação no solo argiloso pesado e ele absorve a umidade, reduzindo a necessidade de água.

Você pode ou não pode ter que adicionar cal para seu solo. Isso pode variar de lote para traçar no mesmo jardim - e certamente pode variar de acordo com as diferentes necessidades de diferentes plantas. Você pode testar seu pH do solo com um kit barato antes de adicionar cal.

Seu ingrediente final é pó de pedra. A maioria das pessoas não pensam em rochas como fertilizantes -, mas eles são a melhor fonte de minerais para jardins orgânicos. Claro, você não pode simplesmente atirar em algumas pedras e chamá-lo bom. Você quer finamente moído - na verdade, terra de poeira - rock com um alto conteúdo mineral. Pó de granito é bom. Pó de pedra Glacial é excelente. Como sempre - ser responsável com o seu abastecimento. Não danifique o meio ambiente natural para melhorar o seu próprio pedaço de terra.

É isso aí. Todos estes ingredientes (com exceção discutível de minhocas, que você pode pular) são os fertilizantes e minerais animais-a-free-produto, aceitáveis ​​para os vegetarianos de todos os matizes. Cada acrescenta algo único para a estrutura do solo. Micróbios, worms e outras formas de vida em seu solo - além de suas plantas - tudo vai levar alguma coisa das alterações do solo. Misture tudo junto em um carrinho de mão e garfo-lo para as top 6 centímetros do solo. Adicionar adubo. Água com uma alga líquido ou um chá composto, no mínimo, uma vez por mês.

Faça isso a cada temporada e você terá visivelmente mais saborosos, legumes ricos em nutrientes, ricos em vitaminas e minerais, bem como solo saudável.

 

Comprar sementes de cannabis

Notas sobre alguns fertilizantes orgânicos mais comuns:

Farinha de Sangue: 13 - 0 - 0

Possui uma das maiores concentrações de Nitrogênio de todos os fertilizantes orgânicos, e por isso se constitui na melhor escolha para o crescimento vegetativo. Em sua forma de ação seca e lenta, pode ser misturada ao solo na proporção de 1 a 2 colheres de sopa por 4 litros de solo. Sua versão solúvel é a mais utilizada, por sua ação rápida sem o risco de se queimar as plantas como os fertilizantes químicos. Para fazer o chá de farinha de sangue, deixe uma colher de sopa de molho em 4 litros de água, por 5 ou 7 dias. Quanto mais tempo maior a concentração de N. Agite bem, coe o resíduo sólido, e regue suas plantas.

Farinha de Ossos: 1 - 11 - 0

Por sua alta concentração de fósforo, é mais indicada para o período de florescimento, porem por ser de lenta dissolução, é recomendado que seja adicionado ao solo ainda na fase vegetativa. (Talvez o melhor seja misturar somente no solo do último transplante.) Um dos cuidados com a farinha de ossos, especialmente na Europa, é o medo de contágio da doença da vaca louca. Muito embora ainda não tenha sido provado, vale ter isso em mente.

Emulsão de Peixe: 5 - 1 - 1

É uma solução liquida feita de peixe decomposto e as vezes outros ingredientes. É um fertilizante extremamente gentil e a melhor escolha como o "primeiro fertilizante" para se usar em plantas jovens. Sua taxa de NPK é ideal para o estágio vegetativo. Pode ser diluído em água na proporção de 1 a 3 colheres de sopa por 4 litros de água.

Húmus: 0.5 - 0.5- 0.3

Também conhecido como o bom e velho cocô de minhoca, talvez seja o melhor fertilizante orgânico no cômputo geral. Apesar do baixo nível relativo de nutrientes, húmus por alguma razão tem um excelente efeito no vigor das plantas, tendo seu efeito reconhecido por todos que o utilizam. Por ser bastante gentil, pode ser usado em plantas recém germinadas por também conter micronutrientes. Pode ser misturado ao solo na proporção de 15% do volume total ou feito chá (1 parte de húmus para 5 partes de água.) e aplicado no solo ou fertilizante foliar.

Composto de Algas Marinhas: 1 - 0.5 - 2.5

Fornece cerca de 60 tipos de micronutrientes (Nutrientes que a planta só necessita em quantidades diminutas, como Manganês e Boro), além de hormônios de promoção de crescimento e enzimas. É usado para assegurar que a planta está conseguindo os micronutrientes necessários. Pode ser misturado ao solo (1-2 colheres de sopa por 4 litros de água) ou feito chá na mesma proporção.

O nitrogênio promove haste e um bom crescimento folha verde.

Fontes Vegan: refeição Alfalfa (não se esqueça que é orgânico e não extraída através de um químico), farelo de algodão, farelo de soja, qualquer material de planta verde, leguminosas ou sementes (por exemplo, trevo, ervilha, feijão), nitrato de sódio, nitrato do Chile (apenas para solos não salinos), cabelo (humano ou outro).
fontes "estrume-vegetarianos": húmus de minhoca, guano de morcego, aves marinhas guano.

As fontes animais para que o substituto acima: refeição de sangue, emulsão de peixe.

O fósforo promove o desenvolvimento das raízes, flores grandes de flores, caules fortes e rusticidade inverno.

Fontes Vegan: fosfato de rocha (isto é particularmente liberado lentamente, e dura de 2-3 anos no solo, por isso você deve incorporá-lo no plantio diretamente para o buraco).
fontes "estrume-vegetarianos": guano de morcego.

As fontes animais para que o substituto acima: Farinha de ossos.

Potássio promove fortes flor desabrocha, a produção de frutas, saúde geral e resistência a pragas e raízes fortes.

Fontes Vegan: refeição Kelp (eu tomo algas e pulverizá-lo com uma extremidade da mangueira ou bomba pulverizador diretamente nas folhas de adubação foliar suave, mas eficaz), cascas de banana orgânica, greensand (lançado lentamente), sulfato de potássio, cinzas de madeira (use com moderação) .
fontes "estrume-vegetarianos": N / A

As fontes animais para que o substituto acima: N / A

Além disso, as plantas precisam de um conjunto de minerais para prosperar. Refeição Kelp, mencionado na tabela como uma fonte de potássio, também é uma grande fonte desses minerais, e é um dos melhores suplementos disponíveis para melhorar a saúde e fertilidade do solo. Feita a partir de algas marinhas, algas refeição é rica em minerais, não vai queimar, e aumenta a capacidade de retenção de água do solo. Como fosfato de rocha, outros fertilizantes de liberação lenta são poeiras de mica ou granito, ou poeira glacial; estes fornecem uma ampla gama de minerais.

Adubo
É importante compreender as fontes nutricionais, mas a maioria dos solos tem NPK adequada, e alguns jardineiros orgânicos simplesmente usar culturas de cobertura para enriquecer o solo e aplicar uma polegada ou assim de bom material orgânico como adubo para ajudar a tornar os nutrientes disponíveis.

Se você fertilizar ou não, a melhor coisa que você poderia fazer para as suas necessidades de jardinagem é a compostagem. Feito corretamente, ele deve gerar nenhum cheiro e desvia o seu vegetal recusar do aterro sanitário, onde não se decompõem sem ar, para se tornar um muito rico correção do solo.

Tudo que você precisa fazer é ter uma pilha no seu quintal em que você enterrar o material orgânico que se decompõem com o tempo; você pode acelerar o processo, transformando a pilha periodicamente ou a compra de uma caixa de compostagem. É bom ter os dois "verdes" (fresco e rico em nitrogênio) como produzir restos, aparas de relva, sacos de chá e borra de café, e "pardos" (secas e rica em carbono), como folhas, galhos e toalhas de papel compostáveis e sacos; evitar ervas daninhas e plantas doentes. Verifique com o seu concelho escritório de extensão para a compostagem clínicas por jardineiro mestres ou possivelmente para caixas de baixo custo.

Lime fornece cálcio e magnésio para o seu solo. O cálcio é essencial para um forte crescimento das plantas e ajuda na ingestão de outros nutrientes. A maioria das plantas prefere um pH do solo bastante neutro para um crescimento óptimo. Cal pode ser usado para elevar o nível de pH ou "adoçar o solo", se necessário. O solo pode ser testado para ver se você precisa aumentar o nível de pH. A cal é usada por alguns para quebrar o solo de argila pesado. Reduzir a acidez do solo é o objetivo principal para o uso de cal no jardim.

Gesso (sulfato de cálcio hidratado) de gesso é utilizado quando mais de cálcio é necessário, sem o aumento do pH.

Dolomite - um pó de pedra finamente moída e fonte preferida de cálcio e de magnésio.

Rocha fosfática é usado por seu conteúdo de fósforo. O fósforo é um elemento essencial para a nutrição vegetal e animal. Ele é extraído como rocha de fosfato, o qual é formado em oceanos como fosfato de cálcio. O mineral primário em rocha fosfática é apatita.

Rocha Poeiras (ou rochagem) são lentamente liberados no solo e são utilizados em um esforço para re-mineralização do solo que se esgotam por meio de práticas industriais e agrícolas. Pós de rocha pode ser aplicado directamente ao solo, em combinação com outros fertilizantes, ou adicionado ao composto. Estes produtos têm um efeito altamente estimulante sobre a atividade microbiana.

NB: pós de rocha são considerados 'vegan', mas a mineração deles pode ser prejudicial para a região onde eles são extraídos. Use-os com moderação.

Rocha Potash ou de potássio ou de cinzas de madeira - O potássio é um nutriente essencial planta que aumenta a produção de flores e frutas e ajuda a 'endurecer' folhagem para torná-lo menos suscetível à doença. Rocha potássio é muito de ação lenta. O potássio é liberado muito gradualmente à medida que as condições atmosféricas minerais. Isso pode levar anos. Usá-lo na preparação do solo antes do plantio.

Hay Mulches - Usando uma espessa camada de palha a cobrir a terra irá suprimir as ervas daninhas, bem como alimentar o solo com matéria orgânica, uma vez que se quebra. Ele também irá encorajar mais vermes para viver em seu solo. Coloque jardins para dormir durante o inverno e cobri-los com uma camada muito espessa de feno palha.

Composted Matéria Orgânica - cascas de frutas e legumes, folhas e aparas de relva. A pilha de compostagem consiste em resíduos de alimentos, ou seja, as cascas da cozinha, coberto por material do curso, como folhas, feno, ou aparas de relva. O objectivo é o de criar as camadas de material alimentar, alternando com material de cobertura para permitir o arejamento. Quando a caixa está cheia, a pilha é invertida e coberto por plástico preto ou tapete de plantas daninhas para protegê-lo da chuva e criar calor. Ele pode ser invertida de novo depois de um período de tempo, de modo que a parte inferior torna-se o topo. Cubra novamente e dentro de um par de meses, dependendo do clima, plano de reciclagem mestre da natureza terá tomado seu curso e você vai ter um solo rico vitamina.

Fertilizantes verdes ou plantas fixadoras de nitrogênio - "adubo verde" é uma cultura de cobertura de plantas cultivados no solo. Plantas de crescimento rápido, como o trigo, aveia, centeio, ervilhaca, ou trevo, pode ser cultivada como culturas de cobertura entre culturas hortícolas e depois cultivados no jardim, pois está preparado para o próximo plantio. Adubo verde absorver e utilizar os nutrientes do solo que poderiam ser perdidos por lixiviação, em seguida, retornar esses nutrientes ao solo quando são lavrados sob. O sistema radicular de plantas de cobertura melhora a estrutura do solo e ajuda a prevenir a erosão. Culturas de fixação de nitrogênio, como a ervilhaca, ervilha e favas (favas), e trevo vermelho adicionar algum nitrogênio ao solo como eles são transformados em e se decompõem. As culturas de cobertura também ajudar a reduzir o crescimento de ervas daninhas durante os meses de outono e inverno.

Líquido Feeds como confrei ou Nettles agir como um adubo líquido orgânico.

Seaweed (fresco, líquido ou refeição) é usado para oligoelementos. Algas é melhor usado colhido fresco do mar ao invés de lavado e sentado nas praias. Alguns jardineiros vegans usar spirulina granel ou refeição de alga marinha (usado para o potássio e minerais).

Neem - A árvore de Neem é conhecida como a árvore maravilha na Índia. Neem tem sido usada durante séculos na agricultura da Índia como o melhor pesticida natural e adubo orgânico com propriedades repelentes de pragas e propriedades de esterilização de insetos.

Areia verde - usado como uma correção do solo e fertilizantes e é extraído de depósitos de minerais que originalmente faziam parte do fundo do oceano. É uma fonte natural de potássio, juntamente com o ferro, magnésio, sílica e cerca de 30 outros minerais. Ele também pode ser usado para soltar pesados, solos argilosos. Ele tem a consistência de areia, mas 10 vezes a absorção de umidade.

"O Plantio Direto método», que, ironicamente, rima com 'NO método Kill "é uma prática que não cultivar a terra e matar vermes no solo. É mais suave, do ponto de vista vegan, e minhocas são um excelente fertilizante para o solo.

Vermiculture, Vermicastings, Vermicompostagem ou Castings Worm - Minhocas são uma rica, tudo natural, fonte de matéria orgânica, com muitos nutrientes e capacidade de retenção de umidade. Húmus de minhoca são conhecidos por terem um efeito extraordinário sobre a vida da planta. Elencos melhorar a estrutura do solo e aumentar a fertilidade. Restabelecer as populações naturais de worm em seu jardim. Vermes Compostagem amo ambientes frios, úmidos e escuros (como em mat erva preto ou uma espessa camada de feno mulch) e se reproduzem de forma ideal quando estas condições são mantidas.

Refeição Alfafa, Farinha de semente de linho, farelo de algodão e farinha de soja são fontes de nitrogênio.

Sais de Epsom são uma excelente fonte de magnésio.

Nutrientes basicos para Plantas e suas Fontes Naturais.

CO2 Dioxido de Carbono
Atua na Cloroplasta das folhas onde e misturado com agua e energia Sola para produzir acucares que sao os blocos formadores de celulose, proteinas, vitaminas e enzymas.
Fontes: Ar puro ou outras fontes de CO2 como gelo-seco, tanques de CO2, etc

Nitrogenio (a sigla e N)
Elemento fundamental aos amino acidos, enzymas, clorofila e genetica.
Fontes: Utilizado pelas plantas nas formas de nitrato e amonia;
Tambem produzido por bacteria Rizobium que capta nitrogenio do ar e fornecem para as plantas atraves das raizes;
- Composto e compostagem
- Sangue e ossos;
- Coco e galinha
- Urina;
- Cafe;
- Alfafa;

Fosforo (a sigla e P)
E essencial para a fotosintese e a construcao de novas celulas e proteinas. Essencial para o crescimento e reproducao.
Fontes: rock phosphate (pedra de fosforo);
Sangue e Ossos;
Coco de animais
carne de peixe

Potassio (Sigla e K)
Controla a circulacao de agua na Planta e regula o crescimento; Ajuda na reacao quimica com os sais; Ajuda no fortalecimento e protecao natural das plantas contra pestes.
Fontes: Cinzas de madeira queimada
Algas Marinhas
Urina
Coco de Aves
Residuos de Plantas
Composto
Poeira de pedra de granito

Calcio (Ca)
Necessario para a normal divizao celular. Essencial para a bacteria Rhizobium para formar nodulos nas raizes.
Fontes: Ossos
Limestone
Domolita
Cinzas de madeira
Gypsum
Conchas de Ostras moidas

Magnesium (Mg)Cada molecula de clorofila possui um atomo de Mg. Essencial para a cor verde das plantas. Essencial no fotosintese. Ajuda na absorcao de Fosforo
Fontes: Dolomita
Epson Salts

Sufur (S)
Fornece a planta seu sabor e odor. Essecial na producao de amino acidos e proteinas
Fontes:Obtido da decomposicao de materiais organicos: mulch e manure;
Gypsum
Sea spray drift

O pó de osso tem um probleminha, ele demora muito para estar disponivel para planta ... dezem demorar de 20 a 30 dias para os microorganismos do solo liberar o Fosforo para as meninas .... ai vem o pulo do gato .... durante o vegetativo vc pode ta pegando um pote de sorvete , colocar de 2 a 3 colheres de pó de osso dentro , 1 de torta de mamona e as 5 colheres de humus de minhoca, e mais umas 10 colheres de substrato solo (pode ser redmax, o substraro daterral entre outros) mistura dentro desse pote de sorvete ... da uma molhadinha e mantenha ele fechado, com poucos furos na tampa .... mantenha ele dentro desse pote por todo o vegetativo ... nunca deixe secar nem muito ensopado ... como se foce o solo da sua planta mesmo .... pronto , quando acabar o vegetativo e entrar na flora, esse mix que vc preparo no pote de sorvete, os microorganismos ja teraun liberado os nutrientes .... e sua planta vai absorver o cha com MUITO mais eficiencia ... principalmente se tratanto do Fosfora para a flora .... ai vc pega esse pote de sorvete, taca dentro de uns 3 a 4 litros de agua e bota pra oxigenar ...

Alfafa - feno: 2.45/05/2.1
Maçã - Fruta: 0.05/0.02/0.1
Maçã - Folhas: 1.0/0.15/0.4
Maçã - bagaço: 0.2/0.02/0.15
Maçã – casca (cinzas) : 0/3.0/11/74
Banana - resíduos de (cinzas): 1.75/0.75/0.5
Cevada (grãos): 0/0/0.5
Cevada (palha): 0/0/1.0
Rocha Basáltica: 0/0/1.5
Guano de Morcegos: 5.0-8.0/4.0-5.0/1.0
Feijão (sementes e casca): 0.25/0.08/03
Beterraba - restos: 0.4/0.4/0.7-4.1
Farinha de sangue: 15.0/0/0
Farinha de ossos (in natura): 3.3-4.1/21.0/0.2
Farinha de ossos (curada): 1.6-2.5/21.0/0.2
Subprodutos de fermentação (cervejaria) - restos (molhado): 1.0/0.5/0.05
Casca de Melão (cinzas): 0/9.77/12.0
Castor - bagaço: 4.0-6.6/1.0-2.0/1.0-2.0
esterco de vaca (fresco): 0.29/0.25/0.1
Cherry - Folhas: 0.6/0/0.7
Esterco de galinha (fresco): 1.6/1.0-1.5/0.6-1.0
Cravo: 2/0/0/0 (também contém cálcio)
Pó de casca de cacau: 1.0/1.5/1.7
Pó de café: 2.0/0.36/0.67
Milho (grãos): 1.65/0.65/0.4
Milho (palha verde): 0.4/0.13/0.33
Milho espiga: 0/0/2.0
Milho Farelo: 0.42/0/0
Galhos da planta de Milho: 0.75/0/0.8
Caroço de algodão (cinzas): 0/8.7/23.9
Torta de algodão: 7.0/2.0-3.0/1.8
Algodão - restos (fabricação): 1.32/0.45/0.36
Feijão de corda - Feno: 3.0/0/2.3
Feijão de corda (folhas): 0.45/0.12/0.45
Feijão de corda (sementes): 3.1/1.0/1.2
capim das hortas (verde): 0.66/0.19/0.71
Caranguejo (seco, farelo): 10.0/0/0
Caranguejo (fresco): 5.0/3.6/0.2
Pepino - casca (cinzas): 0/11.28/27.2 ( WOW!!!! Quem imaginaria???)
Sangue (seco): 10.0-14.0/1.0-5.0/0
Esterco de pato (fresco): 1.12/1.44/0.6
Ovos: 2.25/0.4/0.15
Cascas de Ovos: 1.19/0.38/0.14
Penas de aves: 15.3/0/0
Feltro - restos: 14.0/0/1.0
Feijão silvestre (sementes): 4.0/1.2/1.3
Feijão silvestre (cascas): 1.7/0.3/1.3
Peixe (seco, farelo): 8.0/7.0/0
Peixe - restos (fresco): 6.5/3.75/0
Farinha de Glúten: 6.4/0/0
Pó de Granito: 0/0/3.0-5.5
Uvasfruit - casca (cinzas): 0/3.6/30.6 (E people throw these things away? Wow!)
Uvas - Folhas: 0.45/0.1/0.4
Uvas - bagaço: 1.0/0.07/0.3
Grama (brotos): 1.0/0/1.2
Areia verde (glauconita): 0/1.5/7.0
Cabelo: 14/0/0/0
Casco e Farinha de Chifre: 12.5/2.0/0
Esterco de Cavalo (fresco): 0.44/0.35/0.3
Cinzas de Incinerador: 0.24/5.15/2.33
Água viva (seco): 4.6/0/0
Pó de couro: 11.0/0/0
Limão - restos de: 0.15/0.06/0.26
Limão - casca (cinzas): 06.33/1.0
Lagosta - restos de: 4.5/3.5/0
Leite: 0.5/0.3/0.18
Mileto - Feno: 1.2/0/3.2
Melado - Resíduos (da fabricação de álcool): 0.7/0/5.32
Melado - Restos (do refino do açúcar): 0/0/3.0-4.0
Lama (água doce): 1.37/0.26/0.22
Lama (porto): 0.99/0.77/0.05
Lama (salgada): 0.4.0/0
Mexilhão: 1.0/0.12/0.13
Cascas de nozes: 2.5/0/0
Carvalho - Folhas: 0.8/0.35/0.2
Aveia (grãos): 2.0/0.8/0.6
Aveia (galhos verdes): 0.49/0/0
Aveia palha: 0/0/1.5
Azeitonas - bagaço: 1.15/0.78/1.3
Laranja - restos de: 0.2/0.13/0.21
Laranja - casca: 0/3.0/27.0 (Tão boa quanto as de Grapefruit. Observação: ambas podem atrair moscas da fruta, então enterre a cinza na pilha de compostagem)
Cascas de ostra: 0.36/0/0
Pêssego - Folhas: 0.9/0.15/0.6
Ervilha - folhas: 1.5-2.5/0/1.4
Amendoim (sementes/grãos): 3.6/0.7/0.45
Amendoim – Cascas de: 3.6/0.15/0.5 (primeiro bata no liquidificador)
Casca de ervilha (cinzas): 0/3.0/9.0
Ervilhas (ramos): 0.25/0/0.7
Pêra - Folhas: 0.7/0/0.4
Esterco de pombos (fresco): 4.19/2.24/1.0
Agulhas de pinheiro: 0.5/0.12/0.03
Batatas - casca (cinzas): 0/5.18/27.5
Batatas: 0.35/0.15/2.5
Batatas - ramos (secos): 0.6/0.16/1.6
Ameixas - restos de: 0.18/0.07/0.31
Abóbora (fresca): 0.16/0.07/0.26
Esterco de Coelho: 2.4/1.4/0.6
Amoreira - Folhas: 1.45/0/0.6
Depósitos de rochas e mariscos do oceano: 0.22/0.09/1.78
Rosas (flores): 0.3/0.1/0.4
Palha de cevada: 0/0/1.0
Restos de sardinhas: 8.0/7.1/0
Algas marinhas (secas): 1.1-1.5/0.75/4.9 (As algas marinhas são ricas em micronutrientes, inclusive: Boro, Iodo, Magnésio e muitos outros.)
Algas marinhas (frescas): 0.2-0.4/0/0
Esterco de Carneiro ou Cabra (fresco): 0.55/0.6/0.3
Cabeça de camarão (secas): 7.8/4.2/0
Camarão - restos: 2.9/10.0/0
Material filtrado de montes de cascas de ostra: 0.36/10.38/0.09
Silk Mill - restos: 8.0/1.14/1.0
Silkworm Cocoons:10.0/1.82/1.08
Lodo: 2.0/1.9/0.3
Lodo (ativado): 5.0/2.5-4.0/0.6
Cinzas de forno de pizzaria:0/0/4.96
Sorgo – Palha de:0/0/1.0
Soja - Feno: 1.5-3.0/0/1.2-2.3
Estrela do mar: 1.8/0.2/0.25
Açúcar - restos (in natura): 2.0/8.0/0
Batata doce: 0.25/0.1/0.5
Esterco de porco (fresco): 0.6/0.45/0.5
Casca de curtume - Cinzas: 0/0.34/3.8
Casca de curtume Cinzas (queimadas): 0/1.75/2.0
Resíduos gordurosos transformados em fertilizante: 3.0-11.0/2.0-5.0/0
Pó de chá: 4.15/0.62/0.4
Tabaco - Folhas: 4.0/0.5/6.0
Tabaco – ramos: 2.5-3.7/0.6-0.9/4.5-7.0
Tomate - Fruta: 0.2/0.07/0.35
Tomate - Folhas: 0.35/0.1/0.4
Tomate – galhos: 0.35/0.1/0.5
Óleo de Tungue - bagaço: 6.1/0/0
Ervilhaca - Feno: 2.8/0/2.3
Lodo: 9.5/0/0
Trigo (farelo): 2.4/2.9/1.6
Trigo (grãos): 2.0/0.85/0.5
Trigo (Palha): 0.5/0.15/0.8
Trevo branco (verde): 0.5/0.2/0.3
Cinzas de madeira: 0/1.0-2.0/6.0-10.0 (observação sobre cinzas de madeira: Cinzas de madeira podem conter compostos químicos que podem ser nocivos às plantas, podendo também conter carcinogênicos, então também devem ser compostadas com moderação)
Lã - restos: 3.5-6.0/2.0-4.0/1.0-3.5

Chá Aeróbico (Compost Tea)

chá Aeróbico como a melhor opção. Porque?! Pois, segundo eles, o chá aerado é o que fermenta com a maior gama de microorganismos benéficos para as plantas e para a própria produção do chá. É o que produz a maior quantidade de nutrientes solúveis (imediatamente disponíveis para as plantas) em menor tempo (24 horas já dá resultados). Nesse caso, foi a opção que escolhi.
- As receitas de chá que pesquisei, como se pode ver pelo próprio nome(Compost Tea), utilizam "compostagem" de detritos orgânicos (BASE) adicionando um pouco de alimento para os microorganismos (melado, por ex.). Ou seja, pegam restos de dejetos de animais, misturam com sobras da cozinha e vão compostando aquilo até ficar no ponto (com cheiro de terra) para fazerem o chá. Assim, na compostagem, eles misturam os ingredientes que mais favorece o tipo de cultura visada. No meu caso, não irei utilizar os ingredientes orgânicos em forma de compostagem, mas sim diretamente do jeito que eu comprar vai pra água pra fermentar...

O que é necessário?

- Um balde de uns 10 litros.
- Uma bomba de aquário com mangueiras para aerar a solução.
- Água sem cloro para não matar os micro-organismos (para tirar o cloro da água da torneira basta ligar a bomba por 1 hora no balde com a quantidade de água que será utilizada).
- Ingredientes orgânicos - eu escolhi o seguinte:

- Vegetativa:
- 2 copos de húmus de minhoca ou de compostagem (microorganismos e nutrientes)
- 2 colheres de melado/açucar mascávo/outra coisa que queira usar como alimento para os microorganismos
- 5 colheres de sopa de torta de mamona (N)
- 2 colheres de sopa de farinha de osso (P)
- casca de 2 pepinos médios e de 3 laranjas (K) ***batidos no liquidificador com um pouco de água até ficar uma massa.
- 2 colheres de café de salamargo.

- Flora: É a mesma receita, só inverte a concentração de torta e de farinha. Então fica assim:
- 2 colheres de torta de mamona
- casca de 2 pepinos médios e de 3 bananas (K) ***batidos no liquidificador com um pouco de água até ficar uma massa.
- 5 colheres de farinha de osso

Como fazer?

- Coloque no balde 5 litros de água já desclorificada.
- Acrescente os ingredientes nas proporções acima e mexa bastante até ficar bem misturado.
- Coloque a mangueira (ou as mangueiras caso use uma válvula) no fundo do balde e comece a aeração.
- Deixar aerando por no mínimo 24 horas.

Translate »